Scania repara respiradores e Iveco faz doações de máscaras

0
280

Para combater a pandemia do coronavírus e contribuir no tratamento dos pacientes em estado grave, a Scania em parceria com o Senai iniciou o conserto de mais três mil respiradores mecânicos

São dez profissionais, voluntariamente, diretamente ligados ao reparo e higienização dos aparelhos, incluindo técnicos de manutenção, limpeza e logística de peças.

“Nossa equipe está preparada para garantir a entrega dos ventiladores em um processo estruturado, como de uma linha de montagem”, pontua Fábio Cardoso, Planejador de Manutenção da Scania.

A Scania construiu, em um espaço exclusivo no ginásio poliesportivo do Scania Clube, o local adequado para poder realizar este trabalho. A fábrica já tinha, por sua tecnologia e expertise, os materiais necessários para a manutenção, mas também criou uma estrutura logística específica para garantir a segurança dos voluntários que manuseiam os aparelhos.

Foi ali que chegaram os primeiros respiradores, trazidos pelos próprios colaboradores. Foram 21 aparelhos, retorados voluntariamente em um hospital localizado no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Depois disso, a Scania recebeu outras 15 unidades, de hospitais da Baixada Santista, totalizando 36 respiradores para serem reparados.

A CNH Industrial também abraçou essa causa. Ela está mobilizada em ações que visam contribuir na mitigação do impacto do novo coronavírus (Covid-19) na América do Sul.

As medidas em andamento incluem doação de máscaras, equipamentos de proteção individual (EPIs) para unidades hospitalares, de cestas básicas e refeições para hospitais públicos, asilos e caminhoneiros e cessão de geradores de energia para governos no Brasil e na Argentina. 

“O momento pede união, compreensão e solidariedade por parte de todos, empresas e cidadãos. Como empresa, temos uma responsabilidade social em meio à pandemia e a vamos contribuir nas comunidades aonde atuamos”, Vilmar Fistarol, presidente da CNH Industrial para a América do Sul.

Mais de 20 mil máscaras e óculos de proteção foram enviados para o Servas, Hospital Regional de Contagem e para a Fundação Hospitalar São Francisco de Assis, Hospital Nossa Senhora das Graças de Sete Lagoas e Hospital Municipal de Sete Lagoas (MG); para o Conjunto Hospitalar Regional de Sorocaba, Irmandade Santa Casa de Sorocaba e Piracicaba e Hospital dos Fornecedores da Cana de Piracicaba (SP); e Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (PR).


Esta é uma seleção de conteúdo feita pela Reed Exhibitions Brasil sobre o setor de transportes. Para ler o conteúdo original e completo, acesse o site da Revista Caminhoneiro.

Facebook Comments